segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Megalópoles


São grandes áreas urbanizadas que se estendem na região de influência de duas ou mais metrópoles. Entre as metrópoles, crescem cidades médias e pequenas, subúrbios residenciais e distritos industriais, áreas de agricultura intensiva de hortaliças e legumes ou bacias leiteiras. O conjunto da megalópole apresenta uma forte integração econômica e intensos fluxos de pessoas e mercadorias. Meios de transporte rápidos – trens expressos, autopistas e pontes aéreas – sustentam esses fluxos.


A primeira megalópole a se constituir – e ainda hoje a mais importante – é Bos-Wash, o imenso eixo urbano no qual se destacam as metrópoles de Boston, Nova York-Nova Jersey, Filadélfia, Baltimore e Washington. Ocupando terras pertencentes a dez estados e centenas de governos municipais, a megalópole da costa leste dos Estados Unidos prenuncia a superurbanização do mundo.

Bos-Wash


Nos Estados Unidos existem mais dois espaços com a vocação de se transformarem em megalópoles. Um é a zona altamente urbanizada no sul dos Grandes Lagos, de Chicago a Pittsburgh, a Chipitts, que abrange grandes cidades como Milwaukee, Detroit e Cleveland. Na costa do Pacífico, o cinturão industrial da Califórnia, constituído no pós-guerra, que se estende de San Francisco a San Diego, passando por Los Angeles, está localizada a megalópole denominada San-San.

Chipitts

San-San

No Japão, onde a maior parte da população e da produção industrial está espremida nas terras escassas do litoral sudeste, nasceu a megalópole Tokaido, cujos pontos extremos são as metrópoles de Tóquio, Yokohama e Osaka, abrangendo ainda os grandes centros urbanos de Nagoya, Kobe e Kioto. O célebre trem bala, o shinkansen, é talvez, a imagem que melhor sintetiza a unidade da megalópole japonesa do Pacífico.




Na Alemanha, o fenômeno da conurbação se expressa pela urbanização extensiva ao longo do eixo do rio Reno, abrangendo diversas cidades médias. Essen, Dusseldorf, Colônia e Bonn são os principais centros desse corredor urbano, que pode ser visto como uma megalópole de tipo especial, por não abrigar nenhuma verdadeira metrópole.



As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, separadas por apenas cerca de 400 quilômetros, configuram o principal eixo econômico do país. A expansão das suas regiões metropolitanas e das cidades localizadas sobre o eixo de circulação que as conecta está conduzindo ao surgimento da primeira megalópole do país.

São Paulo e Rio de Janeiro estão conectados por eixos de circulação rodoviários e ferroviários estabelecidos no Vale do Paraíba. Ao longo desse eixo, adensa-se o espaço urbanizado que está sob o comando das metrópoles. Na parte paulista do Vale, destacam-se os centros industriais de São José dos Campos e Taubaté. Na parte fluminense, situa-se o grande pólo siderúrgico de Volta Redonda. Outros centros industriais – como Jacareí (SP), Guaratinguetá (SP), Resende (RJ) e Barra Mansa (RJ) – dinamizam os fluxos da megalópole em formação.


Adaptado de Geografia – A Construção do Mundo (Geografia Geral e do Brasil), Demétrio Magnoli e Regina Araújo (Editora Moderna, São Paulo, 2005).

28 comentários:

  1. achei muito bom o que voce postou amei

    ResponderExcluir
  2. gostei me ajudoou na prova

    ResponderExcluir
  3. muito bom! parabens! adorei os mapas, ajuda a localizar e dar idéia real! vou usar e divulgar com os alunos :)

    ResponderExcluir
  4. Que bom que a minha matéria vai ser útil para você!

    Obrigado pelo carinho e muito sucesso na sua empreitada.

    ResponderExcluir
  5. Podia falar sobre a megalópole europeia também

    ResponderExcluir
  6. mtmtmtmtmtmtmtmto mas mto obrigada! estava realmente precisando desses mapas!

    ResponderExcluir
  7. Quando postei essas imagens, pensei exatamente no quanto elas poderiam ser úteis para outras pessoas.

    ResponderExcluir
  8. quais são as metrópoles japonesas?

    ResponderExcluir
  9. Valeu por ter postado sobre todos esses assuntos.
    Vai me ajudar muito na minha prova,passei a compreender melhor o assunto.
    Obj!

    ResponderExcluir
  10. Parabéns! Amei o blog e vai me ajudar muito nas aulas.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Que bom que lhe vai ser útil. Quando precisar...

    ResponderExcluir
  12. brigadu mesmooo que deus te abençoe mto , s2 , meu trabalho de slides ! me ajudou mto brigadu ... s2 ahhh brigadu !!! s2 s2 s2 bjsss !!

    ResponderExcluir
  13. tudo legal, me ajudou muito

    ResponderExcluir
  14. muito bom, me ajudou na prova! Valeu.

    ResponderExcluir
  15. Texto muito bom e completo. Estou pesquisando sobre megalópoles, esse texto me deu um maior esclarecimento sobre esse fenomeno. No site http://www.suapesquisa.com/geografia/megalopole.htm - eles confundiram os termos megalopoles com metropoles. Da uma olhada se puder. Obrigada por compartilha conhecimentos, continue com o trabalho, nós estudantes agradecemos.

    ResponderExcluir
  16. Obrigado por suas palavras de estímulo, Isabela.

    É sempre um prazer poder ajudar e acrescentar alguma informação sobre assuntos que transcendem o espaço de uma sala de aula, que estão mais presentes em nossas vidas do que muitos imaginam.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. obrigada, ajudou muito no meu trabalho por ser mais esclarecedor e fácil de entender! (:

    ResponderExcluir
  18. Não precisa agradecer. Obrigado por sua gentileza.

    ResponderExcluir
  19. a megalopeles do japao é a mesma que a de xangai?

    ResponderExcluir
  20. Bom você ter mencionado o nome de Xangai, que, dentro em breve, vai merecer uma matéria específica aqui no blog.

    Caso você tenha associado a modernização e o acelerado crescimento de Xangai ao que foi abordado nesta postagem, tome cuidado e não misture as bolas, pois Xangai fica na China, e não no Japão.

    ResponderExcluir
  21. Pode me responder informalmente o que é megalópoles ?

    ResponderExcluir
  22. Quando duas ou mais metrópoles "se juntam".

    ResponderExcluir
  23. Mas não é quando duas regiões metropolitanas se unem?

    ResponderExcluir
  24. A megalópole de TokAido não é entre as cidades de Tokio e Hocaido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hocaido (ou Hokkaido) é uma ilha, a segunda em tamanho do arquipélago japonês, situada ao norte da ilha de Honshu, onde estão as cidades mencionadas.

      Excluir
  25. Gostei muito, bem didático e os aspectos visuais oferecem a dimensão desse processo urbano, que é a formação de megalópoles. Mas, deixo como interrogação, que de fato é um questionamento que atravessa a Geografia: É possível admitir uma megalópoles brasileira? Sendo que esse conceito se refere também a uma integração plena entra as áreas metropolitanas. Nos outros mapas percebemos as integrações com as manchas, no caso brasileiro, percebemos essas manchas estanques. Ou seja, ainda falta uma maior conexão entre Rio de Janeiro e São Paulo para chamarmos de megalópole, na minha concepção. O vale do Paraíba reflete isso, tanto do lado paulista quanto do fluminense. Fica a questão... parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  26. Felipe, eu é que tenho que agradecer por tão valiosa participação.

    ResponderExcluir